email:

Taquigrafia no Brasil

O trabalho abnegado dos oito primeiros taquígrafos parlamentares brasileiros permitiu tivesse sido conservado até hoje o que nos legaram os primeiros legisladores do Império.

Instituída oficialmente para funcionar na primeira Assembléia Constituinte, a taquigrafia parlamentar no Brasil foi introduzida no parlamento brasileiro por José Bonifácio de Andrada e Silva, a pedido de Dom Pedro I.

Assim se expressou José Bonifácio, na sessão da Constituinte, de 22 de maio:

"Eu quero somente fazer uma explicação para ilustrar a matéria.  Logo que se convocou esta Assembléia viu Sua Majestade a necessidade de haver taquígrafos;  eu fui encarregado de dar as precisas providências.  Um oficial da Secretaria de Estado dos Negócios Estrangeiros se incumbiu de abrir uma aula de taquigrafia;  e alunos matriculados trabalharam nessa aula.  Para que fossem mais assíduos Sua Magestade lhes mandou dar uma diária de duas patacas, obrigando-se eles a aprender esta arte de que deviam fazer uso em serviço da mesma Assembléia.  Eis aqui o que tenho que dizer para que sirva de regulamento na deliberação."

De 1823 até os dias de hoje, vem a taquigrafia parlamentar e a taquigrafia judiciária prestando relevantíssimos serviços nas casas legislativas e nos tribunais brasileiros, registrando e redigindo os discursos, os debates, os pronunciamentos, quer nas sessões plenárias, quer nas comissões.

De acordo com pesquisa realizada pelo Prof. Waldir Cury e publicada em seu livro "Taquigrafia no Brasil - Ano 2000", estão em uso em nosso país os seguintes métodos de taquigrafia:

- Marti, Leite Alves, Taylor, Paulo Gonçalves, Pitman, Maron, Gregg, Duprat, Nelson de Oliveira, Galestra, Frei Adauto de Palmas, Fernando Moreira, Arlindo Lima, Estenital, Estenobrás, Leite Ribeiro, Sound Script, Frederico Burgos, Gonçalo Alves, Davi Gautério, Moreira Soares, Alberna Burgos e Duployé.

Os métodos mais usados são o Leite Alves, o Taylor e o Marti.

De acordo com a mesma pesquisa, as seguintes instituições brasileiras contam com um corpo de taquígrafos:

  • Câmara dos Deputados (Brasília)
  • Senado Federal (Brasília)
  • Assembléia Legislativa do Acre
  • Assembléia Legislativa de Alagoas
  • Assembléia Legislativa do Amazonas
  • Assembléia Legislativa da Bahia
  • Assembléia Legislativa do Ceará
  • Assembléia Legislativa do Espírito Santo
  • Assembléia Legislativa de Goiás
  • Assembléia Legislativa do Maranhão
  • Assembléia Legislativa do Mato Grosso
  • Assembléia Legislativa do Mato Grosso do Sul
  • Assembléia Legislativa de Minas Gerais
  • Assembléia Legislativa do Pará
  • Assembléia Legislativa de Paraíba
  • Assembléia Legislativa do Paraná
  • Assembléia Legislativa de Pernambuco
  • Assembléia Legislativa do Piauí
  • Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro
  • Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul
  • Assembléia Legislativa de Rondônia
  • Assembléia Legislativa de Roraima
  • Assembléia Legislativa de Santa Catarina
  • Assembléia legislativa de São Paulo
  • Assembléia Legislativa de Sergipe
  • Assembléia Legislativa de Tocantins
  • Câmara Municipal de Aracaju
  • Câmara Municipal de Belém
  • Câmara Municipal de Campina Grande (Paraíba)
  • Câmara Municipal de Caxias do Sul
  • Câmara Municipal de Cuiabá
  • Câmara Municipal de Curitiba
  • Câmara Municipal de Fortaleza
  • Câmara Municipal de Goiânia
  • Câmara Municipal de Guarulhos (São Paulo)
  • Câmara Municipal de Joinville (Santa Catarina)
  • Câmara Municipal de Macapá
  • Câmara Municipal de Maceió
  • Câmara Municipal de Manaus
  • Câmara Municipal de Olinda
  • Câmara Municipal de Pelotas
  • Câmara Municipal de Porto Alegre
  • Câmara Municipal de Porto Velho
  • Câmara Municipal de Recife
  • Câmara Municipal de Rio Branco
  • Câmara Municipal do Rio de Janeiro
  • Câmara Municipal de Salvador
  • Câmara Municipal de São Luís
  • Câmara Municipal de São Paulo
  • Câmara Municipal de Teresina
  • Câmara Municipal de Vila Velha
  • Câmara Municipal de Vitória
  • Câmara Legislativa do Distrito Federal
  • Supremo Tribunal Federal (Brasília)
  • Tribunal Superior do Trabalho (Brasília)
  • Tribunal Superior Eleitoral (Brasília)
  • Colegiado Recursal dos Juizados Especiais (Vitória)
  • Tribunal Regional Federal da 1ª Região (Brasília)
  • Tribunal Regional Federal da 2ª Região (Rio de Janeiro)
  • Tribunal Regional Federal da 3ª Região (São Paulo)
  • Tribunal Regional Federal da 4ª Região (Rio Grande do Sul)
  • Tribunal Regional Federal da 5ª Região (Pernambuco)
  • Tribunal Regional Eleitoral do Acre
  • Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas
  • Tribunal Regional Eleitoral da Bahia
  • Tribunal Regional Eleitoral do Ceará
  • Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo
  • Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão
  • Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso
  • Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais
  • Tribunal Regional Eleitoral do Pará
  • Tribunal Regional Eleitoral de Paraíba
  • Tribunal Regional Eleitoral de Piauí
  • Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia
  • Tribunal de Contas do Estado do Amazonas
  • Tribunal de Contas do Estado de Goiás
  • Tribunal de Contas do Estado do Maranhão
  • Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso
  • Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais
  • Tribunal de Contas do Estado do Paraná
  • Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco
  • Tribunal de Contas do Estado do Estado do Rio de Janeiro
  • Tribunal de Contas do Estado de Roraima
  • Tribunal de Contas do Estado de São Paulo
  • Tribunal de Contas dos Municípios do Estado do Pará
  • Tribunal de Contas do Município de São Paulo
  • Tribunal de Justiça do Acre
  • Tribunal de Justiça da Bahia
  • Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios
  • Tribunal de Justiça do Espírito Santo
  • Tribunal de Justiça do Maranhão
  • Tribunal de Justiça do Mato Grosso
  • Tribunal de Justiça de Minas Gerais
  • Tribunal de Justiça do Pará
  • Tribunal de Justiça de Pernambuco
  • Tribunal de Justiça do Rio Grande do Su
  • Tribunal de Justiça de Rondônia
  • Tribunal de Alçada (Minas Gerais)

 

 

Veja aqui o Resumo das atividades da UNATAQ em 2003

Todos os direitos reservados a UNATAQ - D˙vidas entre em contato